HISTÓRIA

A terceira Cidade Santa após Jerusalém e Roma

A vida de dedicação e fé de Santiago – um de entre os três apóstolos mais próximos de Jesus Cristo e o primeiro a sofrer martírio – levou-o a formar parte do grupo inicial da Igreja primitiva de Jerusalém e a ser-lhe adjudicado o território peninsular espanhol, Gallaecia.

A origem da devoção para com este santo, advém da sua morte ainda em Jerusalém, onde foi torturado e decapitado. O seu corpo foi transladado pelos seus amigos apóstolos e o mistério da sua localização terminou com a visão de uma chuva de estrelas que assinalava o lugar da sepultura deste mártir. Entende-se assim a origem do nome Compostela – Campus Stellae (Campo da Estrela) – como uma assimilação deste acontecimento, à função mitológica da estrela, aquando do nascimento do Menino Jesus em Belém. Este fenómeno fez despertar o interesse da visita ao Santo Sepulcro de Santiago, intensificando o seu papel como marco na evolução histórica de toda a Europa, tornando-se a rota milenar de maior destaque.